Crédito Banco XP: Instituição está autorizada e inicia operações em breve!

Atualizado em 15 de out de 2019

Desde o dia 11 de outubro de 2019, quando o Banco Central concedeu autorização para o funcionamento do Banco XP, a instituição poderá atuar de maneira múltipla. Assim, irá oferecer carteiras de investimento e comercial. É provável que a empresa possibilite crédito com baixas taxas de juros para vencer a concorrência.

O que é banco múltiplo?

São conhecidos como bancos múltiplos as instituições financeiras privadas ou públicas que realizam diferentes operações, como ativas, passivas e acessórias. As normas, segundo o Banco Central, são as mesmas do que para as instituições financeiras que atuam em apenas um dos segmentos.

Todos os bancos múltiplos atuam com pelo menos duas carteiras, a comercial ou de investimentos, sendo organizados como sociedade anônima.

Leia também:
Banco N26: É a melhor opção para transferir euros? Avaliação

Banco XP autorizado

Desde dezembro o Banco Central já havia autorizado a mudança, estava faltando apenas o despacho. Atualmente o capital social da XP Investimentos é de R$ 100 milhões, com a autorização para o mercado de câmbio.

Em setembro a empresa fez diversas contratações e planeja chegar a R$ 1 trilhão em ativos até dezembro de 2020.

Crédito Banco XP

Aumento na competitividade

A expectativa é de que o novo serviço da XP traga mais competitividade para o mercado. É a oportunidade que estava falando para a XP igualar as condições dos concorrentes e assim oferecer taxas e tarifas mais baratas para os clientes. Aliás, o objetivo é extinguir as taxas, só haverá pagamento de juros em caso de atraso nos pagamentos.

Quem optar por este modelo ainda poderá integrar outros serviços bancários no mesmo pacote. Será uma nova forma de investir e pagar.

Quais são os bancos múltiplos no Brasil?

O Brasil já conta com diversos bancos múltiplos, sendo que os com mais destaque são o Santander, Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e a Caixa Econômica Federal. Agora a XP chega para concorrer contra essas instituições financeiras tradicionais, mas com algumas taxas e cobranças bastante arcaicas.

Os bancos múltiplos formam uma espécie de oligopólio, buscando a maioria dos clientes, já que encontram diversos serviços em uma única empresa. Os clientes imaginam que devido ao tamanho destes bancos, dificilmente irão a falência, fazendo com que os clientes percam seu dinheiro.

Leia também:
Banco BS2 é bom? Detalhes e avaliação da conta digital e cartões BS2

Novo concorrente para Nubank

O Nubank foi um dos primeiros cartões de crédito lançado sem anuidade. O cliente pode gastar quanto quiser e se pagar a fatura até o prazo limite, não irá gastar com nenhum tipo de juro, tarifa ou taxa.

Agora como banco múltiplo a XP deixará de ser apenas uma empresa do mercado financeira, que administra o dinheiro dos clientes, comprando e vendendo ações. A expectativa é de que seja lançado um cartão de crédito, sem a cobrança de tarifas e com condições ideais para o pagamento.

E como o cliente ganha com isso?

Quanto mais concorrência existir no mercado, melhores serão as condições para os consumidores. Antes da telefonia no Brasil ser concessionada, o sinal era péssimo e praticamente não existia telefonia móvel, além dos preços serem exorbitantes. Quando a concorrência foi aberta, inovações não pararam de chegar.

Assim como aconteceu com a telefonia, a expectativa é de que o mercado de crédito evolua com a chegada da XP Investimentos, agora com a possibilidade de realizar empréstimos, oferecer cartões de crédito e todas as outras atividades desenvolvidas por um banco comum.

O cliente poderá decidir se deixará o seu dinheiro nos bancos tradicionais, como o Itaú, o Banco do Brasil e o Santander ou trará suas economias para a XP, apostando na redução das tarifas e juros baixos, conforme foi prometido logo após a decisão tomada pelo Banco Central.

Leo Caprara