Empréstimo consignado: como quitar de forma antecipada?

Atualizado em 1 de jun de 2020

Muitas pessoas que buscam um alívio financeiro acabam por antecipar um empréstimo consignado. Este é um direito assegurado no Código de Defesa do Consumidor, porém, antes de fazer isso é preciso ter muita cautela e estudar bem a opção, para que não haja um desequilíbrio financeiro.

Para te ajudar nessa tarefa, nós elaboramos o texto a seguir, onde você pode conferir como funciona esse pagamento antecipado e o que ganha com isso.

Opções de quitação do empréstimo consignado

Além de precisar aguardar até o fim das parcelas do empréstimo consignado sendo descontadas diretamente do salário ou benefício do INSS, para aqueles que estão nessa situação, também há a opção de liquidar a dívida de forma antecipada, ou então por portabilidade de crédito.

Vamos conhecer mais sobre cada uma das opções.

Liquidação antecipada

A antecipação antecipamento do pagamento do empréstimo é assegurada pelo Código de Defesa do Consumidor, isso em qualquer modalidade de crédito, inclusive no empréstimo consignado privado, público ou INSS.

Ou seja, ao fazer isso, nenhum tipo de taxa adicional deve ser cobrada.

Quando você escolhe essa opção, você estará antecipando o pagamento das parcelas do seu empréstimo, antes mesmo do prazo que foi estipulado em seu contrato. A grande vantagem ao fazer isso é o fato de que há uma redução considerável na taxa de juros, afinal, a instituição financeira precisará descontar todos os juros que ainda estariam por vencer.

Esse pagamento antecipado pode ser feito de duas formas diferentes:

  • Quitação parcial: situação onde o consumidor opta por pagar mais de uma parcela por vez. Nesse caso, o abatimento da taxa de juros é calculada conforme a parcela antecipada;
  • Quitação integral: Nessa situação, o beneficiário do empréstimo pode liquidar todas as parcelas de uma só vez, e nesse caso, os juros são abatidos das parcelas restantes.
Leia também:
Queda da taxa Selic: o que acontece com a renda fixa?

Uma outra vantagem que merece ser mencionada sobre o pagamento antecipado, é que, mesmo que só algumas parcelas sejam antecipadas, é uma ótima forma de melhorar a sua relação com a instituição que lhe concedeu crédito, pois esse tipo de atitude indica um menor risco de inadimplência.

Além disso, o pagamento antecipado do empréstimo consignado garante a liberação da margem consignável, caso haja a necessidade de contratação de um novo crédito no futuro.

Como antecipar a quitação do empréstimo consignado?

Para estar fazendo esse procedimento, você só precisa entrar em contato com o agente financeiro que foi o responsável pelo seu contrato de empréstimo, para assim, consultar o saldo devedor.

O documento em questão, deve constar algumas informações relevantes, tais como:

  • Número do contrato;
  • Saldo devedor devidamente atualizado;
  • Modalidade de crédito que foi contratada;
  • Demonstrativo da evolução do saldo devedor;
  • Prazo total e remanescente;
  • Taxa anual de juros (nominal e efetiva);
  • Valor de cada uma das parcelas;
  • Saldo com o abatimento da taxa de juros.

Saldo com abatimento dos juros

Com o valor da antecipação em mãos, o próximo passo é solicitar o boleto de pagamento para a instituição financeira que você solicitou o seu empréstimo. Após a quitação do mesmo, as parcelas não serão mais descontadas de sua folha de pagamento, contracheque ou mesmo benefício do INSS. O processo dura geralmente, de 3 a 5 dias úteis.

Portabilidade de empréstimo consignado

Outra alternativa para quem deseja pagar taxa de juros menores, é optar pela modalidade da portabilidade de crédito, opção onde o consumidor transfere a sua dívida para uma outra instituição financeira, buscando melhores condições de pagamento.

O recurso pode ser solicitado por funcionários público e privados, pensionistas e aposentados. Para garantir esse benefício, é necessário que esse novo agente financeiro escolhido tenha convênio com a entidade pela qual você recebe o benefício ou salário.

Leia também:
E se meu banco falir? Perco o dinheiro? Entenda os riscos

Mas como solicitar a portabilidade?

Para solicitar a portabilidade de crédito, é necessário que o consumidor entre em contato com a instituição pela qual foi contratado o empréstimo consignado, solicitando assim o extrato com o saldo devedor para liquidar a dívida de modo antecipado, como mencionamos anteriormente.

Tendo todos esses dados em mãos, o contratante pode comparar as condições com uma nova instituição, verificando se essa troca realmente vale a pena. Após solicitar e ter a aprovação do processo, o novo agente financeiro realiza o pagamento da dívida e assume a cobrança daquele momento em diante.

Quitação de empréstimo consignado do INSS: como fazer?

Os aposentados e pensionistas do INSS também pode realizar a quitação de seu empréstimo consignado, usufruindo de taxas de juros bem menores. Para poder fazer isso, é importante que a pessoa consulte qual é o seu saldo devedor através do extrato que o INSS disponibiliza.

É possível fazer a consulta do extrato nas agências físicas e também no site do próprio INSS ou em seu aplicativo, chamado de “Meu INSS”.

Quando e em quais casos a quitação é recomendada?

A modalidade da quitação antecipada é recomendada para quem conseguiu poupar o valor necessário ou então está com dinheiro extra para pagamento parcial/total da dívida, mas claro, desde que isso não venha a comprometer o orçamento mensal da família.

Para quem deseja liberar o seu limite de crédito e margem consignável, também é uma ótima opção.

Como calcular o desconto na quitação antecipada do empréstimo consignado?

O cálculo de quitação antecipada de empréstimo consignado é realizado a partir das parcelas restantes para o término do contrato, sem a cobrança de juros. Sendo assim, os descontos serão devidamente proporcionais ao prazo e juros cobrados

Além disso, também é importante saber que não há devolução dos juros que já foram pagos no empréstimo. Basicamente, a dívida é trazida para o presente, isentando assim, qualquer tipo de cobrança de juros ou demais encargos no futuro. De todo o modo, para quem ainda está em dúvidas se essa é a melhor forma de ter um alívio financeiro, é importante cogitar todas as opções oferecidas no mercado e também suas condições financeiras para tal.

Leia também:
C6 Bank: isenção de anuidade do cartão conforme gasto mensal

Se a antecipação não comprometer seu orçamento atual, pode ser sim uma maneira de economizar uma boa quantia.

Leo Caprara