Financiamento Caixa Casa Própria 2019 – Detalhes das mudanças nas taxas

Artigo atualizado em 11 de setembro de 2019

A Caixa Econômica Federal conta com diversas linhas de financiamentos voltados para a habitação. Um deles é o Caixa Casa Própria, que deverá ter alterações na forma como funciona. Será que isso vai alterar o Minha Casa Minha Vida? Atualmente a Caixa Econômica Federal utiliza a Taxa Referencial (TR) para definir os juros cobrados em financiamentos de imóveis. As principais linhas de crédito imobiliário ficam entre 8 e 9,75%, seja para compra de imóveis novos ou usados. Segundo presidente da República, Jair Bolsonaro, serão mudanças históricas.




Financiamento Caixa Casa Própria contratos

A expectativa é de que após as mudanças as correções de valores sejam feitas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Para este ano a previsão é de que fique na casa dos 3,8%. Ainda não foi informado se a taxa de juros será mantida a mesma.

Se continua como é atualmente, de 9% ao ano, os novos contratos assinados terão taxa 5% ao ano, somada ao valor do IPCA. Existe a possibilidade de que as taxas sigam a Selic, se assim for, os contratos terão taxa de 2 a 3%, além do IPCA.


Financiamento Caixa Casa Própria

Por que a mudança vai acontecer?

Especialistas apontam que a Caixa buscará utilizar o IPCA devido à necessidade de atrair novas fontes de recursos junto a investidores. Os especialistas apontam que a decisão de alteração não é pelo dato de o IPCA ser melhor do que o TR.

Imóveis podem ficar mais caros

Segundo especialistas, o novo modelo proposto, seguindo o IPCA, deverá deixar a compra de imóveis mais arriscada e cara. Isso se deve a oscilação do índice de inflação ao longo dos anos. Geralmente os contratos são pagos ao longo de um período que varia entre 15 e 30 anos.

O IPCA segue a economia, crescendo em alguns momentos e caindo repentinamente, com instabilidade, enquanto o TR segue mais baixo ao longo dos anos. De modo geral, o pagamento do financiamento poderá variar de acordo com a inflação no país.

A inflação está controlada?

Nos últimos anos a inflação não se comportou de maneira esperada no Brasil. Em 2015 o IPCA passou de 10% ao ano. A inflação pode ser alterada por elevação no preço de alimentos, dos combustíveis, da energia elétrica e por outros fatores.



A mudança traz benefícios?

Embora as compras possam ficar mais arriscadas, existem alguns benefícios. A concorrência poderá ficar maior entre as instituições que oferecem crédito. Caso os contratos sejam baseados no IPCA, os compradores poderão buscar outras instituições financeiras, sendo uma independência em relação aos bancos.

Vai ter mudança no Minha Casa Minha Vida?

Não. Por enquanto o Governo Bolsonaro pretende realizar mudanças apenas no financiamento da casa própria. O Minha Casa Minha Vida possui juros menores e por isso não será alterado. Então se você está buscando uma moradia desta forma, pode ficar tranquilo, pois, as condições continuarão sendo as mesmas.

Avaliação

A mudança especulada/proposta é forte e terá impactos. Para o cliente Caixa, pode parecer pouco, porém isso afetará diretamente o preço dos imóveis, algo que somado as novas taxas, pode ser significativo no bolso. Dentro do cenário econômico atual e com a necessidade de abertura de crédito de outras fontes, acaba sendo uma medida dura, porém necessária.