Novidade: Mercado Livre vai atuar como financeira

Atualizado em 11 de nov de 2020
Anúncios

O Mercado Livre é, atualmente, uma das principais empresas do segmento de vendas online e também de meios de pagamento. A companhia que começou sua história como um site de compra e venda, foi alçando voos maiores e já é uma das grandes referências quando falamos em crescimento no valor de mercado.

E parece que essa tendência de crescimento vai continuar. Na última segunda-feira, 9, o Banco Central do Brasil autorizou a empresa a funcionar como uma financeira: o Mercado Crédito.

A razão social desse novo braço do grupo se chama Mercado Crédito Sociedade de Crédito, Financiamento e Investimento, e já foi definido que a financeira possuirá sede em São Paulo, e ao todo, integralizou um montante alto de capital, que gira em torno dos R$ 40 milhões.

Se você quer saber mais sobre essa novidade e como o Mercado Livre vem se tornando um player importante em diversos segmentos, continue com a sua leitura e venha conferir!

Outras autorizações do BC antes do Mercado Crédito

Como já mencionamos anteriormente, não é de hoje que o Mercado Livre vem alçando vôos maiores, e essa autorização do BC não é a primeira concedida ao grupo.

No ano de 2018, a autarquia já havia liberado para atuação o MercadoPago, conhecida instituição de pagamento online na modalidade de emissor de moeda eletrônica.

Anúncios

Com o ocorrido, o Mercado Livre investiu um capital inicial de R$ 40,290 milhões, valor que posteriormente sofreu um crescimento, atingindo incríveis R$ 128,290 milhões.

Agora, em 2020, o Mercado Pago também recebeu uma autorização do BC para atuar como empresa prestadora de serviços de pagamento, podendo atuar na modalidade de emissor de instrumento de pagamento pós-pago.

Leia também:
Como proteger o dinheiro em tempos de crise?

Desempenho da empresa no mercado

Na semana passada, o Mercado Livre anunciou os seus resultados financeiros referentes ao terceiro trimestre deste ano, que foi finalizado em setembro.

Ao total, o lucro apurado foi de US$ 15 milhões, possuindo um volume de vendas GMV 62% maior, o que totalizou um montante de US$ 5,9 bilhões.

Além disso, o crescimento da empresa em valores financeiros é um reflexo do crescimento em número de usuários que a companhia obteve ao longo do ano. Para você ter uma ideia, a empresa somou mais de 2 milhões de novas pessoas que interagiram com as soluções da empresa.

Agora, o Mercado Livre conta com mais de 18 milhões de usuários, que também poderão ter acesso ao Mercado Crédito.

A permissão de atuar como companhia monetária dá maior autonomia ao grupo, que a partir de agora poderá formular novos produtos, serviços financeiros e na modalidade de crédito.

Além disso, é válido mencionar também que o vice-presidente do Mercado Pago, Tulio Oliveira, realizou um comunicado à imprensa sobre a autorização obtida. Segundo Oliveira, ela dá acesso a “fontes de financiamento diferentes, que complementarão a estratégia de funding da companhia”.

Ou seja, para os usuários dos serviços do Mercado Livre, há uma nova gama de opções de produtos e serviços financeiros que virão a ser criados. Fiquemos atentos às novidades.

Anúncios

Pablo Januario