Nubank com prejuízo de R$ 313 milhões – ainda é seguro ter a NuConta? Posso confiar?

Atualizado em 24 de mar de 2020

As contas digitais vieram para ficar e todos os dias ganham novos adeptos. As diferenças para com os bancos convencionais, a facilidade na realização de transações e a isenção de uma série de taxas e tarifas, tornaram esse tipo de conta mais bem vista aos olhos dos clientes, e por esses e outros motivos, o crescimento dos bancos digitais é tão exponencial

Um dos que mais tem feito sucesso com o público é o Nubank e é dele que falaremos hoje

Com um crescimento gigantesco de 485% no número de novas contas e com a receita aumentando cada vez mais, recentemente o Nubank apresentou um prejuízo de R$ 313 milhões no ano de 2019. Dado esse fato preocupante, muitos usuários do banco ficaram em dúvida se ainda é seguro manter a conta na instituição.

Apesar desse enorme prejuízo, 212% acima do que foi divulgado em relação ao ano de 2028, a famosa e popular fintech ainda continua em crescimento.

Esse crescimento do banco digital é registrado e forma muito rápida, quase que simultaneamente à perda de dinheiro no ano.

Um prejuízo estratégico

O número do prejuízo apresentado pelo Nubank é uma estratégia forte de expansão. Calma vamos entender isso. Em 2019, a empresa optou por aplicar numerosas quantidades na contratação de novos colaboradores, que ficou em torno de mais de 9 mil. Essas mesmas contratações foram as responsáveis por aumentar o custo operacional da empresa, além de fazerem com que o banco tivesse de aumentar o dinheiro gasto para que pudesse continuar suas operações.

O objetivo agora da empresa é melhorar o atendimento, tanto no período de pré-venda como o de pós-venda.

Ou seja, apesar do banco realmente ter enfrentado um aumento considerável em suas perdas, ao mesmo tempo a empresa permanece tranquila quanto ao seu futuro. Em síntese, ainda é altamente seguro manter o dinheiro na NuConta e permanecer utilizando os seus serviços.

Leia também:
Banco BS2 é bom? Detalhes e avaliação da conta digital e cartões BS2

Para você ter uma noção, o valor estimado de mercado da fintech é de US$ 10 bilhões, possuindo um capital focado no investimento para expansão. Também têm ocorrido  investimentos para a ampliação do catálogo do banco digital de produtos e serviços, com o objetivo de atingir um número maior de pessoas.

Há motivos para se manter otimista

Ao longo dos últimos anos, o Nubank diversificou as suas atividades. Em um primeiro momento, o único produto da empresa era o cartão de crédito sem anuidade. Porém, com o passar do tempo surgiu a NuConta, que em pouco tempo ganhou mais de 12 milhões de clientes.

Além disso, houveram expansões para o cartão de crédito, através do Nubank Rewards e também da opção de pagamento com débito e empréstimos sendo realizados para pessoas jurídicas. Em uma visão geral, os motivos para otimismo da empresa são muito maiores que para o contrário. Em 2019, a receita do Nubank chegou aos R$2,1 bilhões, dando um salto de 70% com relação ao ano anterior.

Não há qualquer motivo para preocupação, o Nubank ainda é, uma empresa em franco crescimento e totalmente confiável para manter o seu dinheiro.

Leo Caprara